-->


22 março 2017

RESENHA: O TESTAMENTO DO SECULO




SINOPSE: Desde o início dos tempos, uma linhagem de beduínos é responsável por guardar a chave que decifrará o mais antigo e importante segredo da humanidade: a mensagem criptografada que Jesus Cristo deixou aos Homens. Vivendo no Deserto da Judeia, eles tinham a certeza de que se manteriam anônimos de tudo e de todos. Assim foi até o dia em que assassinos cruéis invadem o templo e dizimam um por um. Ao mesmo tempo, um experiente estudioso morre, em circunstâncias suspeitas, num vilarejo na França. Quando seu filho, Damien Louvel, viaja de Nova York para resolver as questões burocráticas do funeral, descobre que o pai estava mergulhado numa pesquisa sobre um misterioso objeto - a pedra de Iorden -, que, ao que tudo indica, custou-lhe a própria vida. Ajudado pela jornalista Sophie de Saint-Elbe e por amigos próximos e improváveis, Damien entra numa corrida mortal contra o relógio para evitar que tal objeto caia em mãos poderosas e perigosas. E ele não desistirá até desvendar a mais surpreendente mensagem que Jesus teria legado à Humanidade.



Olá Divas e Divos, 

Se você é daqueles que ama um mistério e se deliciou com as obras de Dan Brown, com certeza vai gostar dessa história. Mas por favor, não ache que está lendo o Código Da Vinci porque você pode se decepcionar...rsrsrsr. 

Eu ganhei esse livro de aniversario há séculos atrás de uma amiga advogada (vou confessar que achei que não ia gostar, afinal advogados tem gostos meio estranhos...rsrsrrs) mas a cada página fui me envolvendo com a trama e adorei.Tinha até esquecido que tinha, mas estava arrumando meus livros esses dias e encontrei ele La, resolvi então compartilhar com vocês essa história, espero que gostem.

O livro tem um bom ritmo, um suspense na dose certa tudo que um bom thriller deve ter para manter seus leitores conectados, é empolgante e a grande sacada da história não está relacionada ao mistério envolvido na mensagem de Cristo, mas sim na relação humana tão bem demonstrada nos personagens principais, Daniel Louvel e Sophie de Sain-Albe.

Deste a morte da mãe, Daniel vivia nos EUA mas teve que retornar à França após a súbita e misteriosa morte de seu pai.

“Havia onze anos que não via meu pai quando um tabelião me ligou para avisar que ele estava morto. Nunca se sabe realmente o que dizer nesses momentos, e sentia que o sujeito do outro lado da linha estava ainda mais sem graça do que eu.

— Como aconteceu? — balbuciei finalmente, na falta de algo melhor. 

- Um estúpido acidente de carro. Meu Deus, foi tão estúpido... O senhor acha que pode vir a Paris? Ir a Paris. Imediatamente, a idéia de que meu pai estava morto tornou-se mais real”

Ao chegar descobre que ele realizava uma investigação sobre um misterioso objeto – a Pedra de Iorden, e que tudo indica foi a causa de sua morte. Auxiliado por Sophie, uma jornalista, Damien inicia uma corrida frenética, por bibliotecas oficiais e de sociedades secretas, pela França e Inglaterra tentando achar respostas para tantas duvidas. Perseguidos, ameaçados, o casal terá em suas mãos um dos maiores segredos da humanidade: a última mensagem deixada por Cristo. 

A grande dúvida é será que finalmente saberemos qual é esse mensagem??? Será que o preço a se pagar vale mesmo a pena????

"Antes de mais nada, quero que saiba que não sei que segredo seu pai descobriu. Mas uma coisa é certa: enquanto eu não o descobrir, viverei apenas para isso."

O mais legal é que a “mocinha” é a heroína nesta história e não ele como o leitor pode achar a principio. Ela é uma mulher marcada mas que mantém –se forte em busca de suas respostas enquanto isso o autor nos faz conhecer a fundo os dramas e traumas de seu "herói", vamos entender a difícil relação entre Damien e seu pai. Junto a isso, as circunstancias misteriosas de sua morte começam a inquietar Damien, bem como a misteriosa casa longe de Paris, casa que seu pai dispôs de todos seus livros para comprar. 

Se você acha que temos aqui um daqueles romances clichês está redondamente enganado. O autor me surpreendeu dando uma aborgadem completamente diferente ao romance de nossos protagonistas criticando, através da personagem de Sophie, o papel imposto pela sociedade como aceitável....momento rebelde...por isso gostei tanto.

Enquanto nossos "heróis " lutam para se manterem vivos e descobrir a verdade, também lutam para compreenderem e aceitarem suas diferenças, lidarem com um sentimento considerando que trata-se de algo novo e praticamente impossível. A abordagem da sexualidade através de uma ótica que a sociedade considera como “correta” também é um fator positivo da obra.

“Na verdade, a história da pedra de Iorden era empolgante e, de mais a mais, eu não via a hora de chegar ao fim. Eu só sonhava com uma coisa: colocar um ponto final nesse caso e poder respirar junto com ela. Tirar um descanso merecido. Oferecer a nós dois uma viagem, por exemplo, longe de tudo aquilo.”

A referencia a Da Vinci, é feita de forma inteligente e apesar de usar o mesmo quadro que nos remete a obra de Dan Brown, a questão é tratada de forma melhor, e até perfeitamente possível pois não é tratado como algo óbvio mas sim de forma bem sutil utilizando a tecnologia como chave para muitas questões.

O mais legal deste livro é que o leitor espera um final clássico e fica chocado com o que acontece. O tão esperado segredo é revelado de forma super sutil no “meio da história” mas somente no final, quando o autor nos da mais informações é que nos damos conta que a resposta estava na nossa frente o tempo todo.

"Um dos principais ensinamentos de Cristo, 'amai-vos uns aos outros', era apenas um meio de preparar os homens para receber sua mensagem."

O livro teve varias criticas negativas por parte dos leitores que esperavam algo mais convencional. Eu particularmente gostei muito, principalmente porque o autor saiu das historias clichês e nos faz rever muitos conceitos que estão relacionados a nós como seres humanos e nossa existência.

O ponto negativo pra mim é que tem muitos trechos explicativos, o que torna o livro um pouco cansativo mas de forma geral a história é bem interessante.

Beijosss, até a próxima!!!!

Dany Sousa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar...