-->


21 abril 2016

RESENHA O PREÇO DE SER DIFERENTE - MÔNICA DE CASTRO


Título: O Preço de Ser Diferente
Autor(a): Mônica de Castro 
Editora: Vida & Consciência 
Ano: 2004
Páginas: 354

SINOPSE

Romero é um jovem de 14 anos que vive com o pai Silas, a mãe Noêmia e a irmã Judite. Silas é um pai autoritário e machista, que ao perceber as tendências homossexuais do filho passa a persegui-lo implacavelmente e chega até a levá-lo em uma prostituta. Noêmia, por temer a ira do marido, assiste a tudo calada. A única amiga de Romero é Judite. Após uma sessão de cinema, Romero é violentado por um rapaz chamado Júnior e, apesar da dor física e emocional, não conta com a compreensão do pai que o proíbe de tocar no assunto com quem quer que seja. Triste e magoado, Romero se fecha para o mundo até que conhece Mozart, um rapaz de 17 anos de idade, cuja família é mais liberal e os dois começam a namorar. Entretanto, Junior - inspirado por inimigos desencarnados de Romero - acaba contando para Silas sobre a relação de Romero e Mozart. Silas segue os dois e, ao confirmar suas suspeitas, espanca o filho e o manda embora de casa. Romero é internado e cuidado pelo Dr Plínio. No dia da alta de Romero, Judite enfrenta Junior e acaba assassinada por ele. Romero se vê totalmente abandonado, mas é amparado por quem menos imaginava: Dr Plínio o leva para sua casa e conta com o apoio de sua esposa, mas não do cunhado Rafael, um jovem insolente que antipatiza com Romero de imediato. Mozart é enviado pelos pais para estudar na Europa e os dois perdem contato.



Olá!!!! 

Como já disse algumas vezes eu adoroooo ler mas não tenho um nicho especifico de leitura. Se a história me chama a atenção eu me jogo. Nem sempre minhas expectativas são alcançadas mas já me surpreendi muito com livros que nem me chamaram tanta atenção assim. 

Hoje vou fazer a resenha de uma história que gostei muito e que com certeza trata de dois temas polêmicos que é Espiritualidade e Homossexualidade. 

Deixo claro desde já que não estou fazendo alusão a nenhum dos dois temas e sim escrevendo sobre uma historia que gostei bastante por isso quis compartilhar afinal nosso blog é sobre leituras variadas sem nenhum tipo de preconceito. 

Espero que gostem!!!!! 

No mundo espiritual, Judite relembra uma encarnação anterior e descobre o porque desses acontecimentos. Juntamente com Fábio, seu instrutor, passa a auxiliar a caminhada do irmão. Com a ajuda de Plínio, Romero estuda medicina, mas, devido a pesados débitos do passado, Romero ainda sofre muito no decorrer do livro, chegando a ser o suspeito de violentar o filho de 11 anos de Plínio. Tudo isso sem nunca se esquecer do seu grande amor, Mozart, que também nunca se esqueceu de Romero.

O livro é ditado pelo espirito de Leonel e trata o assunto da homossexualidade segundo a visão espirita onde o ser humano não tem a opção de escolha em ser ou não hétero ou gay, ele simplesmente nasce assim devido a carmas de vidas passadas afim de superar seus erros e entrar em um novo estagio de evolução. 

“Não acredito que alguém se torne homossexual ou qualquer outra coisa só pela influência do outro. Não acredito nem que alguém possa se torna homossexual. Quem é homossexual já nasce assim. As pessoas relutam, não querem se aceitar algumas até se casam para não ter de se enfrentar. Até que um dia, acontece alguma coisa que as coloca diante de si mesmas, e elas são impelidas a reconhecer suas tendências, a se aceitar do jeito que são. Muitas não conseguem e vivem cheias de conflitos. Acho que é a maioria. Todo mundo tem medo do preconceito. É verdade. O preconceito é uma chaga da humanidade” 

Trata-se de um romance que aborda assuntos atuais abordando a dificuldade dos preconceituosos em “aturar” aquilo que não aceitam e dos homossexuais por serem tão discriminados em pleno século XXI. 

Romero, personagem principal, sofre desde cedo por não ser igual aos garotos de sua idade, tem uma mãe submissa e um pai extremamente severo e uma irmã que é seu porto seguro. Ele passa por varias situações na primeira fase da história até ser expulso de casa onde inicia-se a segunda fase do livro. Nesta fase nosso protagonista é acolhido por seu medico que passa a trata-lo como filho porém ele também sobre pois a esposa de seu medico o trata com antipatia e o cunhado tem um ódio profundo por ele. 

“Sei que sou um pouco diferente. Mas é que não consigo ver os erros que as pessoas costumam apontar nos outros. Observo as diferenças de comportamento, de gostos, de ideais. E isso, para mim, é natural, faz parte da vida. Mas não consigo ver essas diferenças como aberração, apenas como diversificações no jeito de viver, sentir e pensar”. 

Na terceira fase começam as revelações onde compreendemos as ligações dos personagens e o quanto suas escolhas afetam sua vida atual. 

Este é sem duvida um livro que nos leva a refletir sobre a vida. Nos faz entender o valor do perdão tanto para quem recebe mas também para quem dá e que tudo que vivemos tem um motivo e uma hora certa para acontecer. 

Na minha opinião o livro, apesar de tratar de um assunto polemico, nos mostra que tudo que passamos em nossa vida é para a evolução de nosso espirito e de nós como pessoa independente da religião. 


Por Dany Sousa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar...